13.09.201905:28:00UTC+00Custos de mão-de-obra sobem em um ritmo mais rápido no 2T

Os custos de mão-de-obra horária da zona do euro cresceram em ritmo mais acelerado pelo segundo trimestre consecutivo nos três meses a junho, mostraram dados preliminares do escritório de estatística Eurostat na sexta-feira. Os custos nominais de mão-de-obra horária cresceram um calendário ajustado 2,9% ano após ano, após um aumento de 2,5% no primeiro trimestre, que foi revisado de 2,4%. No segundo trimestre, os salários aumentaram 2,7% ao ano, o mesmo que no trimestre anterior. O crescimento de outros custos, que incluem as contribuições sociais dos empregadores, impostos sobre o emprego menos subsídios, subiu de 2,1% para 2,9%. Os custos com mão-de-obra cresceram 2,1% ano a ano na indústria eb 2,4% na construção. Os custos aumentaram 2,9% em serviços e 3% na economia principalmente não comercial. Entre os países da área do euro, o maior aumento nos custos de mão-de-obra foi registrado na Eslováquia, 10,6%, e o menor em Portugal, 0,9%.



Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.