Facebook
 
 

29.05.202013:19:00UTC+00Economia do Brasil encolhe no primeiro trimestre com impacto de Covid-19

A economia do Brasil encolheu no primeiro trimestre de 2020 devido ao impacto do coronavírus, ou pandemia de Covid-19, dados preliminares do escritório de estatística IBGE divulgados na sexta-feira. O produto interno bruto diminuiu 1,5% com ajuste sazonal desde o primeiro trimestre, quando a economia expandiu 0,4%. Isso estava de acordo com as expectativas dos economistas. A produção industrial caiu 1,4% e os serviços registraram um declínio de 1,6%. A produção agrícola cresceu 0,6%. O consumo das famílias diminuiu 2%, enquanto a formação bruta de capital fixo cresceu 3,1%. O consumo do governo aumentou 0,2%. As exportações encolheram 0,9%, enquanto as importações cresceram 2,8%. Em uma base ano a ano, o PIB caiu 0,3% não ajustado após um aumento de 1,7% nos últimos três meses de 2019. Os economistas previam um declínio de 0,4%. O último declínio no PIB destaca que a economia entrou em uma profunda desaceleração em março, embora o país demore a impor medidas de bloqueio, observou William Jackson, economista da Capital Economics. O economista disse que números mais oportunos apontam para uma queda de dois dígitos no PIB no segundo trimestre. "Com isso acompanhando a inflação baixa de várias décadas, o banco central provavelmente reduzirá ainda mais as taxas de juros", afirmou Jackson. O economista espera um corte de mais 50 pontos base na taxa Selic para 2,5%.



Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.