empty
 
 

11.06.202118:34 Forex Analysis & Reviews: Dólar americano: participantes do mercado aguardam reunião do Fed.

Exchange Rates 11.06.2021 analysis

Os dados de inflação dos EUA foram bastante pessimistas, como esperado. Os mercados continuaram testando altas. Essa reação pode ser atribuída ao fato de a alta dos preços ter superado ligeiramente os valores projetados, o que significa que o Fed não se apressará em apertar a política monetária.


O núcleo do índice de preços ao consumidor subiu 0,7% em maio, a maior taxa em 40 anos. Obviamente, o índice recuou ligeiramente ante alta de 0,9% em abril. No entanto, isso não muda a situação, pois o indicador continua batendo recordes de longo prazo.

Em uma base anual, os preços ao consumidor subiram 3,8%, o maior nível desde 1992. Ao mesmo tempo, a inflação plena, que considera itens voláteis como alimentos, saltou para 5% ano a ano.

Agora vamos dar uma olhada nos indicadores do mercado de trabalho.

A taxa de desemprego caiu para 5,8%, enquanto os economistas esperavam um indicador pior. Ao mesmo tempo, o número de pedidos de seguro-desemprego diminuiu na semana passada. Isso sugere que o mercado de trabalho está se recuperando gradativamente. Notavelmente, os pagamentos como parte do programa de apoio à família serão reduzidos em um futuro próximo. Isso provavelmente acelerará o ritmo de recuperação.

Para fazer com que pareça convincente, vamos relembrar o recente anúncio de que o volume das operações de recompra reversa do Fed dos EUA atingiu o máximo de 5 anos. Há um superávit de liquidez acumulado no sistema financeiro nos últimos 6 anos. Além disso, isso dificilmente pode ser chamado de notícia. Isto é um fato.

Assim, os EUA vêm um aumento recorde no índice de preços ao consumidor, a recuperação do mercado de trabalho e uma quantidade colossal de liquidez.

O que esperar do Fed?

Representantes de alto escalão do banco central dos EUA já falaram sobre suas intenções de cortar o financiamento do programa de apoio. Não são apenas rumores e conclusões individuais de participantes do mercado. Estas são declarações oficiais. Por enquanto, o plano se refere ao mercado secundário. No entanto, isso já pode ser visto como um sinal para o subsequente aperto da política monetária.

O calendário macroeconômico da próxima semana inclui a reunião do Fed. Este evento estará no foco dos traders. A principal questão é se o Fed indicará no início uma redução nas recompras de títulos. Afinal, esse tópico ainda serve de suporte para os rendimentos do Tesouro dos EUA, que voltaram a cair, indicando forte apetite por risco.

Os participantes do mercado esperam receber algumas pistas do Fed na reunião de junho. No entanto, o regulador dificilmente os dará. O banco central é famoso por sua capacidade de levar os participantes do mercado a uma falsa sensação de complacência. Assim, é provável que o Fed diga que esse aumento da inflação é um fenômeno temporário, e a economia ainda enfrenta dificuldades, mas tudo ficará bem em breve.

Quanto ao excesso de liquidez em dólar no mercado, esse tópico não pode ser ignorado por muito tempo.

A moeda americana não conseguiu se beneficiar da aceleração da inflação americana. Os rendimentos do Tesouro dos EUA continuaram a cair em vez de avançar. Os participantes do mercado não parecem acreditar que o Fed começará a encerrar seu programa mensal de compra de títulos de US$ 120 bilhões. Muitos economistas atribuem o aumento da inflação aos preços mais altos de roupas, passagens aéreas e carros usados. Isso significa que a aceleração dos preços não foi causada por mudanças estruturais, mas pelo levantamento das restrições após a pandemia.

O dólar norte-americano não tem chance de crescimento sem novos drivers. Além disso, os participantes do mercado podem expressar desconfiança em relação ao Fed. É improvável, mas o dólar ainda tem chance de se recuperar no curto prazo. Claro, não se trata de uma mudança de tendência. A tendência continua descendente. Quanto ao índice do dólar americano, a marca de 89,50 pode ser vista como o alvo mais próximo para os vendedores.

Exchange Rates 11.06.2021 analysis

Na sexta-feira, os investidores se concentrarão no índice preliminar de sentimento do consumidor da Universidade de Michigan para junho. De acordo com as previsões, o indicador vai subir. Atenção especial será dada ao componente da inflação. No entanto, o dólar americano pode ficar sob pressão novamente.

Será que o par EUR/USD conseguirá subir acima de 1.2200? No momento, a moeda única não conseguiu consolidar acima de 1,2180. De vez em quando, a cotação se aproxima do nível de resistência de 1,2190. Enquanto o par EUR / USD permanecer entre esses valores, a maioria dos traders provavelmente tomará uma atitude de esperar para ver. A volatilidade pode aumentar após o preço testar o nível de 1.2200. Nesse caso, os compradores poderão arrastar o preço para 1,2300.

Os níveis de 1,2160 e 1,2140 agora atuam como suporte. Se eles forem quebrados para baixo, o cenário de baixa será relevante.

Exchange Rates 11.06.2021 analysis

Natalya Andreeva,
Especialista em análise na InstaForex
© 2007-2021
Benefit from analysts’ recommendations right now
Top up trading account
Open trading account

InstaForex analytical reviews will make you fully aware of market trends! Being an InstaForex client, you are provided with a large number of free services for efficient trading.

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.