empty
 
 

21.06.202121:42 Forex Analysis & Reviews: GBP/USD. Discurso de Powell e a reunião do Banco da Inglaterra afetarão a libra

Na semana passada, o par GBP/USD perdeu quase 400 pontos. Essa é a taxa de queda mais baixa desde setembro do ano passado, quando a variante do coronavírus do Reino Unido começou a se espalhar pelo país. Até hoje, o coronavírus teve um papel indireto no enfraquecimento da libra. Entretanto, Londres foi forçada a adiar a próxima rodada de diminuições nas restrições da quarentena, mas a falta de correlação entre as intenções do Fed e do Banco da Inglaterra ainda ajem como o evento principal afetando a moeda.

Exchange Rates 21.06.2021 analysis

A divulgação decepcionante dos dados das vendas ao varejo no Reino Unido também pressionou o par. Os indicadores saíram na "zona vermelha", refletindo a fraca atividade dos consumidores dentre os habitantes da Grã-Bretanha. Além disso, o problema complexo e prolongado da implementação do protocolo da Irlanda do Norte impede que os compradores do GBP/USD se vinguem. A combinação desses fatores fundamentais sugere que a dinâmica de baixa do par pode continuar, especialmente se o regulador britânico não apoiar a libra com a retórica agressiva durante a reunião de junho na quinta-feira.

O índice do dólar dos EUA desacelerou seu crescimento no início da semana. A última sessão de negociações de cinco dias foi marcada por um rally do dólar: o índice subiu de 90,55 para uma alta local de 92,36. Os resultados da reunião de junho continuam apoiando do dólar dos EUA, mas a força de inércia está se desvanecendo gradualmente. Por exemplo, o par libra-dólar estava, na verdade, com uma tendência horizontal na área do 37º valor. Dado um calendário econômico quase vazio, os traders não estão com pressa de abrir novas posições, como se recuperassem o fôlego após a forte volatilidade.

Mas os resultados da reunião de junho do Fed assombrará os traders do mercado de câmbio esta semana. Deve ser notado que, além do Fed, apenas o Banco Central da Nova Zelândia anunciou suas intenções "agressivas". Em sua última reunião, a chefe do RBNZ permitiu um aumento na taxa de juros do próximo ano. Todos os outros bancos centrais dos países mais importantes do mundo têm uma posição bem restringida e cautelosa sobre esse assunto. Isso inclui o Banco da Inglaterra, cujos representantes apenas definiram um corte nas taxas na área negativa. Quanto às possibilidades do programa de estímulo, os representantes do regulador britânico não expressaram sinais claros sobre a restrição ou o aumento da flexibilização quantitativa.

Os últimos dados das vendas ao varejo no Reino Unido, publicados na última sexta-feira, apenas pioraram a situação da libra. Os valores de maio vieram na zona vermelha, tanto considerando o custo de combustíveis quanto sem esse componente. Especificamente, o volume do comércio varejista, considerando-se o custo de combustíveis, caiu para a área negativa no mês anterior, pela primeira vez desde janeiro deste ano. O indicador caiu -1,4%, com uma previsão de crescimento de atingir 1,6%. Uma situação semelhante se desenvolveu com o componente relacionado. As vendas ao varejo, sem o custo de combustíveis, também caíram em maio (-2,1%), com uma previsão de crescimento de 1,7%.

Exchange Rates 21.06.2021 analysis

Deve-se notar que, embora o crescimento da moeda dos EUA tenha desacelerado, ele não parou. Os traders estão esperando pelo próximo impulso de informações, que permitirá que a moeda nacional organize outra ofensiva. Hoje foi anunciado que o presidente do Fed, Jerome Powell, falará no Congresso na terça-feira. Ele fará parte de uma audiência de sub-comitê com um relatório sobre programas de reaquisição de ativos e empréstimos de emergência, no contexto da pandemia do coronavírus.

Podemos lembrar que, após a última reunião do Fed, o chefe do Banco Central disse que os membros do regulador querem ver primeiro um "progresso significativo" na economia e só então poderão começar a discutir o problema do programa de estímulo. Entretanto, Powell mencionou vagamente os prazos. Ele disse que o Banco Central pode iniciar as discussões sobre restringir o programa de estímulo em reuniões futuras, se o progresso na recuperação econômica continuar. Se ele anunciar um algoritmo mais específico para as ações propostas nessa direção amanhã, o dólar dos EUA receberá um suporte adicional e bastante poderoso em todo o mercado - incluindo em um par com a libra, que terá a pressão da reunião de junho do Banco da Inglaterra.

Do ponto de vista técnico, o nível de suporte mais próximo para o par GBP/USD está em 1.3670 (linha inferior do indicador Bollinger Bands no gráfico semanal). No geral, o par, em quase todos os períodos de tempo mais elevados (4H, 1D, 1S), está localizado ou abaixo da linha inferior das Bollinger Bands ou entre as linhas do meio e inferiores desse indicador. Isso indica a prioridade do movimento de baixa. Por sua vez, o indicador Ichimoku formou seu sinal de baixa de maior força, "Parade of Line", no gráfico diário, no qual as linhas indicadoras estão acima do gráfico de preço, portanto mostrando pressão no instrumento. E embora o principal nível de suporte esteja em 1.3670, os alvos de baixa estão mais próximos – 1.3750 e 1.3700.

*A análise de mercado aqui postada destina-se a aumentar o seu conhecimento, mas não dar instruções para fazer uma negociação.

Irina Manzenko,
Especialista em análise na InstaForex
© 2007-2021
Benefit from analysts’ recommendations right now
Top up trading account
Open trading account

InstaForex analytical reviews will make you fully aware of market trends! Being an InstaForex client, you are provided with a large number of free services for efficient trading.

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.