empty
 
 
Dólar luta  para retomar a trajetória.

Dólar luta para retomar a trajetória.

De acordo com uma pesquisa da Reuters sobre estrategistas de câmbio, a moeda americana está atualmente no limbo, já que os traders estão antecipando um caminho mais claro a partir da Reserva Federal.

Agora é extremamente difícil fazer previsões mais precisas sobre a trajetória do dólar norte-americano, pois muitos fatores fundamentais ainda não estão claros. É por isso que os participantes do mercado estão aguardando a reunião da Reserva Federal marcada para 22 de setembro para obter mais dicas. Notavelmente, a pesquisa realizada pela Reuters mostrou que cerca de 60 estrategistas de câmbio esperam que a moeda dos Estados Unidos caia durante o próximo ano. Eles estão cada vez mais incertos sobre as perspectivas de curto e médio prazo para a moeda dos EUA.

Paralelamente, 51 estrategistas pensam que o Fed reduzirá US$ 120 bilhões em compras mensais de títulos. Eles supõem que isso contribuirá para o crescimento dos rendimentos do Tesouro americano.

De acordo com o que foi visto, as opiniões dos estrategistas de câmbio estão bastante polarizadas quando se trata de suas expectativas sobre a trajetória da moeda americana durante os próximos três meses. Um grande exemplo disso, é que 23 dos 60 estrategistas disseram que previam que o dólar americano seria negociado próximo dos níveis atuais, 25 disseram que seria amplamente superior. Os 12 restantes apostaram em um declínio.

O dólar já despencou em 1,4%, enfatizam os especialistas. Atingiu uma alta de nove meses na segunda quinzena de agosto. Desde o início de 2021, seu crescimento ainda não ultrapassou 3%.

"Há duas forças importantes quando olhamos para a direção do dólar. A primeira é a recuperação global e o impulso que vimos mais recentemente e o segundo ponto é obviamente a resposta dos bancos centrais a isso", disse Kerry Craig, a estrategista de mercado global do JP Morgan Asset Management em Melbourne. Os analistas do Morgan Stanley concordam, em grande parte, que um eventual afunilamento do Fed deverá ajudar os rendimentos do Tesouro americano a subir.

" Finalmente, pensamos que em um mundo onde os rendimentos reais continuarão a aumentar nos próximos meses, é provável que o dólar suba. Continuamos com a alta do dólar, particularmente em relação às moedas de financiamento de baixo rendimento - que seriam o iene japonês e o euro", enfatizou David Adams, chefe de estratégia de câmvio na América do Norte da Morgan Stanley.

Back

See aslo

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.