empty
 
 
Política sustentável europeia leva a agravamento da crise energética

Política sustentável europeia leva a agravamento da crise energética

A situação atual, no mercado de gás, não deixa dúvidas que a Europa está em uma crise energética, causada por disputas políticas com a Rússia. A última usa projetos comerciais para pressionar os governos europeus. O problema é exacerbado pela combinação da política sustentável da UE. O jornalista da Forbes, Ariel Cohen, disse que a Rússia está jogando "pôquer energético" com a Europa, estando do lado vencedor. "A falta de gás está sendo usada pelo Kremlin para promover a necessidade do Nord Stream 2", declarou o jornalista. "A Rússia está bem posicionada para beneficiar-se das futuras condições do mercado", ele acrescentou. A crise global de energia colocou a UE em uma situação vulnerável. Com o inverno aproximando-se, provavelmente a UE valorizará qualquer volume no fornecimento de gás natural, até por preços ultrajantes.

“A principal lição é: não podemos desejar a transformação energética até que ela vire realidade, sem criar a capacidade de geração de base, economicamente viável, confiável e ampla", concluiu Cohen.

Quanto ao "híbrido da política sustentável", Robert Habeck, co-líder do partido da Alemanha Alliance 90/The Greens, pediu que o governo do país discutisse a questão do mercado europeu de gás com Moscou. De acordo com Habeck, o projeto Nord Stream 2 não recebeu permissão para a operação devido às emendas à Diretriz do Gás da UE.

Back

See also

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.