Mapa do site
العربية Български 中文 Čeština English Français Deutsch हिन्दी Bahasa Indonesia Italiano Bahasa Malay اردو Polski Português Română Русский Srpski Slovenský Español ไทย Nederlands Українська Vietnamese বাংলা Ўзбекча O'zbekcha Қазақша

Área do Cliete InstaForex

  • Configurações pessoais
  • Acesso para todos os serviços da InstaForex
  • Estatísticas detalhadas e relatórios sobre negociações
  • Variedade completa de transações financeiras
  • Sistema de gerenciamento de várias contas
  • Proteção máxima de dados

Área do Parceiro InstaForex

  • Informação completa sobre clientes e comissões
  • Estatísticas gráficas sobre contas e cliques
  • Instrumentos Webmaster
  • Soluções web prontas e ampla gama de banners
  • Alto nível de proteção de dados
  • Notícias da empresa, RSS feeds e informativos forex
Registrar conta
Programa de afiliado
cabinet icon

InstaForex - sempre na vanguarda! Abra uma conta de negociação e torne-se parte da Equipe InstaForex Loprais!

A história de sucesso da equipe liderada por Ales Loprais pode se tornar sua história de sucesso! Entregue com confiança e vá em direção à liderança como participante regular do Dakar Rally e vencedor do Rally da Silk Way A Equipe InstaForex Loprais faz isso!

Junte-se e vença com a InstaForex!

Abertura instanânea da conta

Receber um email com instruções
toolbar icon

Plataforma de negociação

Para dispositivos móveis

Para negociação via navegador

EUA atacam a China com novas tarifas à medida que a guerra comercial aumenta

EUA atacam a China com novas tarifas à medida que a guerra comercial aumenta

A negligência das autoridades chinesas que levaram à introdução de medidas de quarentena em todo o mundo se tornou uma desculpa perfeita para os Estados Unidos aprimorarem sua retórica anti-China. Pequim quase perdeu a guerra comercial entre às duas principais economias do mundo que eclodiu há alguns anos. Naquela época, Washington decidiu não ser tão incisivo. No entanto, desta vez os EUA têm a oportunidade perfeita para fazê-lo. A retenção deliberada da China de informações sobre a real extensão do problema e a compra ativa de equipamentos médicos quando as autoridades do país já sabiam sobre o surto de coronavírus, fingindo que nada estava acontecendo foram razões adicionais para o ataque. A Casa Branca escolheu sua arma favorita, tarifas, para atacar a China. Os EUA já adicionaram 33 organizações comerciais e governamentais chinesas, incluindo várias instituições, universidades e várias empresas de alta tecnologia à lista negra econômica. Essa lista incluiu 24 empresas envolvidas em atividades contrárias aos interesses de segurança nacional e política externa dos EUA. Essas entidades legais estão localizadas na China, Hong Kong e Ilhas Cayman. É assim que um pequeno erro do governo pode causar sérias consequências para todo o país. Afinal, tudo poderia ter sido diferente. Os EUA e a China concordaram anteriormente em reduzir tarifas, enquanto Pequim prometeu comprar uma série de produtos americanos. No entanto, o relacionamento entre os dois países se intensificou em março, depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, acusou a China de acobertar o coronavírus.

Back

See aslo

Fechar
Widget calback
Nossos especialistas
irão entrar em contato
em cinco minutos
Nos vamos conduzí-lo
através do website
e responder todas suas perguntas!
Preferred Type of Connection
Idioma preferido
  • English
  • Русский
  • العربية
  • Bahasa Indonesia
  • Bahasa Melayu
  • বাংলা
  • Български
  • 中文
  • Español
  • हिन्दी
  • Asụsụ Igbo
  • Português
  • اردو
  • ไทย
  • Українська
  • Tiếng Việt
  • Èdè Yorùbá
A solicitação de Calback foi aceita.
Nossos especialistas entrarão em contato com você o mais rápido possível.
Um erro ocorreu.
Por favor, tente novamente mais tarde.
Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.