Facebook
 
 
Política fiscal de dinheiro fácil cria bola de neve da dívida pública

Política fiscal de dinheiro fácil cria bola de neve da dívida pública

A crise induzida pela pandemia aumentou a dívida pública global em US $24 trilhões ao longo de 2020. Assim, a dívida de todos os países aumentou para o máximo histórico de US $281 trilhões, que representa 355% do PIB global.

No ano passado, os governos acumularam dívidas em um grau maior do que durante a crise financeira global de 2008/09. Infelizmente, eles ainda têm dívidas enormes. Especialistas do Instituto de Finanças Internacionais (IIF) de Washington alertam que a dívida pública global deve crescer ainda mais este ano. A projeção é de um aumento de mais US $10 trilhões em 2021.

A dívida global compreende o endividamento de todas as famílias, empresas, instituições de crédito e governos em todos os países. Em outras palavras, todos estão teoricamente incluídos na lista de devedores. A pandemia da COVID-19 é a responsável pelo rápido aumento dos fundos alavancados na economia global. A crise impulsionada pela pandemia forçou bancos centrais influentes a ajustar suas políticas monetárias às novas condições econômicas, os especialistas do IIF apontam as razões. Com base nas baixas taxas de juros recorde, medidas de estímulo em grande escala e necessidade urgente de dinheiro em meio a fortes restrições, tanto os indivíduos quanto as empresas correram para solicitar empréstimos fáceis. O outro lado da moeda é que muitos países estão altamente endividados hoje em dia.

De acordo com a pesquisa dos analistas do IIF, os governos em todo o mundo tiveram que emprestar quase US $12 trilhões para fornecer ajuda financeira às suas economias domésticas. A dívida total das empresas internacionais chega a US $5,4 trilhões. Os bancos contraíram dívidas de US $3,9 trilhões. As famílias foram sobrecarregadas com dívidas de US $2,6 trilhões. Os especialistas afirmam que a Europa é responsável pela dívida pública mais elevada, já que foi a mais atingida pela pandemia. Entre os mercados emergentes, analistas apontam China, Turquia, Coreia do Sul e Emirados Árabes Unidos como os países com maior dívida nacional. Além disso, Rússia e Peru têm as maiores dívidas corporativas.

Back

See aslo

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.