empty
 
 
China impõe pena ao Alibaba por violações do antimonopólio.

China impõe pena ao Alibaba por violações do antimonopólio.

Em 20 de novembro, o gigante do comércio eletrônico Alibaba e uma série de corporações foram multadas por violações antitruste. A investigação foi iniciada pelo Escritório Estatal Anti-Monopólio da China, fundado em 18 de novembro. A agência multou várias das maiores empresas da China, incluindo Alibaba e Tencent, alegando que elas violaram a legislação antimonopólio. De acordo com os relatórios do órgão regulador, 43 casos foram arquivados sobre o assunto. Estes envolvem transações em criptomoeda, e também fusões e aquisições de empresas que não foram divulgadas às autoridades. Com base nos resultados da investigação, a Administração Estatal de Regulamentação de Mercado da China impôs uma penalidade administrativa ao Grupo Alibaba. A empresa terá que pagar uma multa de 500.000 yuan ($78.200). Entre as empresas analisadas estão o Grupo Alibaba, a gigante da internet Tencent Holdings, uma das maiores varejistas Suning, a empresa de transporte DiDi e o gigante dos motores de busca Baidu. Agora o governo da China intensificou as atividades de aplicação da lei antitruste. Em abril de 2021, a administração estatal chinesa para regulamentação do mercado aplicou uma multa recorde de 18,34 bilhões de yuans (US$ 2,78 bilhões) à Alibaba, também por uma violação da lei antitruste. No mês passado, as autoridades chinesas aplicaram uma multa de 3,44 bilhões de yuans (cerca de 533 milhões de dólares) à empresa Meituan, por um delito semelhante.

Back

See also

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.