empty
 
 
Aumento no preço do bitcoin ameaça economia dos EUA

Aumento no preço do bitcoin ameaça economia dos EUA

Para monitorar os ciber ataques usando criptomoedas, o FBI dos EUA realiza sua própria análise da dinâmica do preço do bitcoin. Suas avaliações são publicadas irregularmente, por isso merecem uma atenção especial. De acordo com o último relatório, o rally do bitcoin deixa a economia dos EUA em risco.

A agência descobriu que os ataques de ransomware nas empresas dos EUA já se tornaram uma ameaça grave à maior economia do mundo. Seu número cresceu durante o rally da primeira criptomoeda. Seus altos preços contribuem ao aprimoramento das redes dos ciber criminosos, apontou o relatório. "Nos últimos seis meses, não vimos uma queda na frequência dos relatórios de ataques de ransomware. Atribuímos isso ao simples fato de que é incrivelmente lucrativo para os criminosos. Isso se deve parcialmente à valorização da moeda virtual, mas também à vulnerabilidade de nossos sistemas e infraestrutura", disse Bryan Vorndran, diretor assistente da Ciber Divisão do FBI.

Os hackers usam ransomware para bloquear e criptografar o computador da vítima, ou os dados do dispositivo, depois exigem um resgate para restaurar o acesso. Como regra, pedem que os usuários paguem em BTC, já que o dinheiro digital pode ser transferido para uma carteira anônima, indicando apenas a conta do recipiente. Às vezes o FBI devolve parte do resgate às empresas afetadas, mas tais casos são extremamente raros. Por exemplo, neste inverno, o FBI conseguiu rastrear e apreender dos criminosos 64 bitcoins, valendo $2,3 milhões, transferindo a quantia à Colonial Pipeline. Além disso, em novembro, o Departamento de Justiça dos EUA anunciou que prenderia supostos membros do grupo de ransomware REvil - o ucraniano Yaroslav Vasinskyi e o russo Yevgeniy Polyanin.

Back

See also

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.