empty
 
 
Economia do Reino Unido pode perder US$ 50 bilhões devido à Omicron.

Economia do Reino Unido pode perder US$ 50 bilhões devido à Omicron.

O surto da nova variante Omicron da COVID-19 pode resultar em uma perda de 50 bilhões de dólares para a economia britânica devido ao desemprego e à queda da atividade econômica, informou The Sunday Times.

De acordo com um relatório do Center for Economics and Business Research (CEBR) citado pelo The Sunday Times, a economia britânica poderia perder £35 bilhões ou US$50 bilhões devido ao absenteísmo. Os planos do governo britânico presumem que a Omicron levaria a uma taxa de 25% de ausências no trabalho. Isto reduziria a produção econômica em janeiro e fevereiro, levando a uma perda equivalente a 8,8% do PIB durante os dois meses, declarou o relatório CEBR.

Uma taxa de absenteísmo de 8% entre a força de trabalho britânica resultaria em uma perda de produção em janeiro e fevereiro de £10,2 bilhões ou 2,6% do PIB, disse o CEBR.

“Mesmo com um pico de apenas 8%, haverá um custo econômico. No entanto, esperaríamos que a maior parte disto fosse compensada durante o resto do ano”, comentou Pushpin Singh, economista do CEBR.

O número diário de casos confirmados de COVID-19 no Reino Unido excedeu 200.000 em janeiro de 2022. A nova onda da pandemia começou no final de dezembro de 2021, quando mais de 100.000 infecções diárias foram relatadas no Reino Unido pela primeira vez.

O atual surto de infecções na Europa foi causado pela disseminação da nova cepa omicron da COVID-19. Devido a suas 32 mutações, a Omicron é considerada mais infecciosa em comparação com outras variantes do vírus.

Back

See also

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.