empty
 
 
O Japão proíbe a exportação de produtos de alta tecnologia para a Rússia nas últimas sanções.

O Japão proíbe a exportação de produtos de alta tecnologia para a Rússia nas últimas sanções.

O Japão, um dos países mais avançados tecnologicamente do mundo, impôs uma proibição às exportações de produtos de alta tecnologia para a Rússia. O Ministério da Economia, Comércio e Indústria anunciou a decisão de interromper sua cooperação com a Rússia neste campo.

Sujeitos à proibição estarão 14 itens, incluindo impressoras 3D, computadores quânticos, microscópios de força atômica, catalisadores de refino de petróleo, e polímeros semicondutores e condutores elétricos. Além disso, novas sanções têm como alvo mais de 130 autoridades russas e 70 empresas. O Japão está com o Ocidente e condena as ações da Rússia na Ucrânia. Assim, o Primeiro-ministro Fumio Kishida apoiou a decisão do Grupo dos Sete (G7) de abandonar o fornecimento de petróleo da Rússia, apesar da complexidade de tal decisão.

“O Japão depende de importações para a maioria de seus recursos energéticos, portanto esta é uma decisão muito difícil, mas agora a unidade do G7 é mais importante do que qualquer outra coisa”, disse o Sr. Kishida. “Decidimos tomar a medida de proibir as importações de petróleo russo, em princípio". Em março, Tóquio revogou o status comercial de “nação mais favorecida” da Rússia, privando-a de todas as preferências comerciais.

Back

See also

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.