empty
 
 

12.07.202106:28 Forex Analysis & Reviews: Revisão do par GBP/USD. 12 de julho. Libra louca ou os ursos não conseguiram de resistir e desistiram.

Período de tempo de 4 horas

Exchange Rates 12.07.2021 analysis

Dados técnicos:

O canal superior de regressão linear: direção - para baixo.

O canal menor de regressão linear: direção - para baixo.

Média móvel (20; suavizada) - para baixo.

CCI: 162.0534

A libra estava sendo negociada completamente fora de controle na sexta-feira. E isso é para dizer o mínimo. As cotações da moeda britânica começaram a subir pela manhã e esse crescimento continuou ao longo do dia. Mesmo no final da noite, quando a volatilidade tradicionalmente cai antes do fechamento do mercado, as compras de libra continuaram de qualquer maneira. A moeda europeia também subiu de preço na sexta-feira, mas negociou, como de costume, com muita calma. Mas o que causou os 150 pontos de crescimento da moeda britânica? É importante destacar que há muito tempo estamos considerando a opção com a retomada do movimento de alta no horizonte de 4 horas. Nos últimos meses, advertimos repetidamente os comerciantes que os fundamentos globais permanecem do lado da moeda britânica, não da americana. Apenas o fator técnico de uma possível nova rodada de correção no período de 24 horas falou a favor da continuação da queda do par, dentro do qual esperávamos que as cotações caíssem para a área de 1,3600 - 1,3666. No entanto, é bem possível que essa rodada de movimento corretivo tenha terminado antes. Pelo menos, como na sexta-feira as cotações se consolidaram acima da média móvel, isso significa que no curto prazo a tendência mudou para ascendente. Assim, nesta semana podemos realmente esperar a continuidade do movimento ascendente, principalmente porque o cenário macroeconômico será bastante fraco. Agora, vamos examinar as possíveis razões para um crescimento tão forte do par na sexta-feira.

Deve-se notar desde já que o crescimento começou quase desde o início do pregão europeu e durou quase todo o dia. O que poderia ter provocado um movimento ascendente tão acentuado e forte? Pela manhã, o Reino Unido divulgou dados sobre o PIB e a produção industrial de maio. Para ser mais completo, digamos que relatórios secundários sobre volumes de construção, balança comercial visível e um índice de atividade no setor de serviços também foram publicados. E absolutamente todos os relatórios fracassaram. Mais decepcionante foi o PIB, que, de acordo com as previsões, deveria ter atingido 1,5% em termos mensais, mas na prática somou apenas 0,8%. A produção industrial também entrou em colapso. Portanto, a queda da libra é o que deveríamos ter visto na sexta-feira. E se somarmos aqui 36 mil novos casos do "coronavírus" na mesma sexta-feira e as chances muito reduzidas de cancelar a quarentena em 19 de julho, e pelo menos falarmos no Banco da Inglaterra sobre a redução do programa de incentivo quantitativo, então o movimento de sexta-feira parece muito estranho. No entanto, vimos um aumento de 140 pontos após a publicação das estatísticas falhadas. Talvez um aumento tão forte no par tenha sido associado às estatísticas americanas? É improvável, já que as próprias estatísticas nos Estados Unidos não foram publicadas na sexta-feira. O discurso de Andrew Bailey, que começou muito depois do início do crescimento da moeda britânica, também dificilmente teria um impacto tão forte nos mercados, já que o chefe do BA simplesmente não disse nada de importante. Assim, as razões devem ser buscadas apenas no plano técnico ou entre fatores globais. O que pode ter acontecido? Já dissemos várias vezes que esperamos uma retomada da queda da moeda americana. Acreditamos que o fator de bombear dinheiro para a economia americana continuará a afetar negativamente a taxa do dólar até que todos os programas de estímulo do governo dos Estados Unidos e do SFR sejam concluídos. E como o SFR vai começar a discutir a possibilidade de restringir o programa de QE em um futuro próximo, não vale a pena esperar que essa condição seja cumprida em um futuro próximo. Mas também deve ser entendido que se tal fator global e importante ocorrer no mercado, isso ainda não significa que o par se moverá constantemente na mesma direção, mesmo sem retrocessos. Globalmente (em um período de 24 horas), as correções podem levar muito tempo, o que vimos para a libra nos últimos meses. Assim, acreditamos que o mais banal que poderia ter acontecido aconteceu na sexta-feira. A maioria dos ursos começou simplesmente a fechar posições curtas em libra, sem acreditar que o dólar pudesse continuar se fortalecendo. Anteriormente, dissemos que um recuo do euro e da libra de suas máximas anuais e máximas de 3 anos pode ser uma aceleração trivial antes de um novo e poderoso movimento ascendente, dentro do qual as máximas de 3 anos serão atualizadas. Portanto, é possível que o movimento que temos alertado nos últimos meses apenas tenha começado. Agora, só falta entender se isso é realmente assim. Mas, em qualquer caso, no período de 4 horas, a tendência mudou para ascendente, portanto, a negociação em alta deve ser considerada agora.

Nos relatórios realmente importantes da próxima semana, podemos destacar os relatórios de inflação nos EUA e no Reino Unido, bem como a taxa de desemprego e os pedidos de subsídio de desemprego no Reino Unido e as vendas a retalho nos EUA. Deve ser lembrado que se os valores reais e previstos para qualquer relatório coincidirem, os comerciantes podem não reagir de forma alguma. Também deve ser lembrado que qualquer um desses relatórios pode simplesmente ser ignorado pelos mercados. Simplesmente porque agora muitos relatórios são ignorados. E na sexta-feira, um forte movimento ascendente começou, então os comerciantes (se pretendem continuar empurrando a libra para cima) podem não prestar atenção às estatísticas para a nova semana. Em geral, acreditamos que, como antes, mais atenção deve ser dada à análise técnica, e o contexto macroeconômico deve ser levado em consideração na medida em que.

Exchange Rates 12.07.2021 analysis

A volatilidade média do par GBP/USD é atualmente de 94 pontos por dia. Para o par libra/dólar, esse valor é "médio". Na segunda-feira, 12 de julho, esperamos, portanto, movimentação dentro do canal, limitada pelos níveis 1,3689 e 1,3863. Uma reversão para cima do indicador Heiken Ashi sinalizará uma correção para baixo.

Níveis de suporte mais próximos:

S1 - 1.3885

S2 - 1,3855

S3 - 1,3824

Níveis de resistência mais próximos:

R1 - 1,3916

R2 - 1,3947

R3 - 1,3977

Recomendações de negociação:

O par GBP/USD no período de 4 horas começou um movimento para cima abrupto, o que pode se tornar uma nova tendência ascendente. Assim, hoje é recomendado ficar em ordens de compra com os alvos em 1,3947 e 1,3997 até que o indicador Heiken Ashi vai se virar para baixo. As ordens de venda agora devem ser abertas se o preço se consolidar abaixo da linha de média móvel, com os alvos em 1,3763 e 1,3733, e mantê-las abertas até que Heiken Ashi vao se virar para cima.

Recomendamos para ler:

Visão geral do par EUR/USD. 12 de julho. Semana inflacionária. O dólar está cansado de crescer, do qual as moedas europeias podem aproveitar.

Sinais de negociação, relatório COT:

Previsão e sinais de negociação para EUR/USD para 12 de julho.

Previsão e sinais de negociação para GBP/USD para 12 de julho.

*A análise de mercado aqui postada destina-se a aumentar o seu conhecimento, mas não dar instruções para fazer uma negociação.

Paolo Greco,
Especialista em análise na InstaForex
© 2007-2021
Benefit from analysts’ recommendations right now
Top up trading account
Open trading account

InstaForex analytical reviews will make you fully aware of market trends! Being an InstaForex client, you are provided with a large number of free services for efficient trading.

Não pode falar agora?
Faça sua pergunta no chat.